PODEMOS DIZER “PAI NOSSO”

“Pai – desta forma afirmo que alguém está presente e me atende, que não me deixa só, que me assiste sempre. Dessa maneira expresso que Deus, apesar da imensa diferença que nos separa, permite que eu me dirija a Ele e o trate por tu. A sua majestade não esmaga, não me torna insignificante, não me faz desaparecer, nem me tira o valor. É claro que sou inferior, como uma criança é inferior ao pai. Mas, ao mesmo tempo, sinto que há uma semelhança entre mim e Ele, e que sou importante para Ele. Estou tão próximo dele, que o trato corretamente quando lhe chamo de “pai”.  Não nasci na culpa, mas na graça;  é bom viver, apesar das experiências negativas. Sou alguém desejado, não um fruto do acaso ou da necessidade, mas da vontade e da liberdade. Por isso, também sou necessário, e sinto que há um sentido, uma missão para a qual eu sou chamado; há um projeto para mim, que eu posso procurar, encontrar e realizar. Pai, significa que eu não sou simplesmente abandonado à minha sorte, numa liberdade enganadora, que na verdade é abandono à indiferença, ao eterno retorno do mesmo. Pelo contrário, eu sou amado, sou pensado e único: sou eu mesmo, e por isso tenho a minha própria missão, embora enquadrada nos critérios do todo. Este amor com que sou amado não me lança num comportamento indiferente, mas coloca-me frente ao critério da verdade, perante a qual eu posso falhar.

Esta exigência, desafiante e perigosa, dá-me a certeza que não sou um simples material sujeito às leis da evolução, mas um ser necessário e amado. E quando as provas da vida se tornarem insuportáveis, se muitas vezes desejo gritar como Jó, como o salmista, então percebo que posso juntar este grito à palavra Pai, e o grito torna-se sinal de confiança e revela-me que, unido ao Pai, as minhas provações, até o meu sofrimento aparente se revela como parte do grande amor que eu devo agradecer”.

(BENTO XVI. Quem nos ajuda a viver? De Deus e do Homem. Editora Franciscana. Braga . Página 92).   

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s